sábado, 28 de abril de 2007

através de ti espero

Pela primeira vez vou postar sem pensar no texto, sem o rever atentamente, sei que a pessoa a quem se dirige o post não o vai ler. Pelo menos não hei-de ser eu a dizer-lhe para cá vir ler. (Não vou escrever para ti, B. Dou-te descanso desta vez!)


Disseste, - e desculpa a ousadia de tratar-te por tu - Rui, que:


"O Deus em que acreditamos, em quem pomos a nossa confiança, é um Deus de Vida! Por vezes olhamos para a nossa própria existência e sucumbimos perante uma floresta de dúvidas, incertezas, problemas ou simplesmente questões que nos tiram a tranquilidade. Alturas há, em que isto nos leva a pensar sobre nós mesmos ou sobre os outros ou sobre as estruturas que nos envolvem e que, parece, todos os dias nos imputam novas missões ou obrigações. Noutras ocasiões, simplesmente não pensamos, ou porque é difícil, ou simplesmente porque não há tempo… Então começamos a deixar de viver, passamos a sobreviver…"

Hoje, preparei-me para te falar de mim, para falar de mim ao Padre Rui, mas não deu. Estamos destinados a não conseguir falar à primeira vez e a adiar conversas. Conversas como a que íamos ter hoje, uma conversa que espero que através de ti espero que chegue a Deus. Não te ia contar grandes novidades, não te ia revelar aquilo que acho que me define como pessoa e que me faz confusão como pessoa cristã.


Queres ouvir-me, Barnabé?






















7 comentários:

Martinha disse...

Fiquei sem palavras...
Realmente bem que me disseste que o teu post ia incidir sobre uma pessoa que também eu conhecia, não esperava era q fosse sobre o Padre Rui.

Só tenho a dizer uma coisa. Vale a pena estar com atenção às homilias das missas celebradas pelo padre Rui.
Há sempre alguma coisa que fica cá dentro e sobre a qual é bom reflectir. Vale mesmo.

Muito bem Hugo. ;)
Um beijinho grande *

ekubo disse...

gostei muito. gostei da forma como acabaste o texto. gosto da forma como Te encaras e da forma como queres que os outros te encarem... Muita força para essa conversa e lembra-te que não importa o que írá acontecer porque já tens quem goste de ti e te admire...

um beijinho e também um 'muito bem Hugo!'

Rita* disse...

Só me resta dizer-te quue quem espera sempre alcança e que Ele é que irá decidir qual a melhor hora, minuto e segundo!
Por isso esse momento não tardará!
além disso as fotos até estão engraçadas e se calhar é pena o Padre Rui não ter a oportunidade de as ver!

Ptt bem!
Bjx*** =)

O que te vai na alma!! disse...

Faço as palavras da lipa as minhas... e elmbra-t mm disso! ja encaras.t algumas pessoas numa conversa, nao direi semelhante, cada um o seu caso, mas pensa k ha quem te apoie e esta do teu lado.. força ai!

abraço

Pedro disse...

Gostei muito da maneira como escreves-te o texto. Por mais que esperes hade chegar a hora H para essa conversa acontecer e lembra-te: Nada Acontece por Acaso. por isso .. isto nao acontece por acaso .. ! Eu Apoio-te !

Abraço

kapuxa disse...

Se o Barnabé não estiver lá para te ouvir estarei sempre eu =)

Nuno disse...

Pelas experiências que vivenciei custa-me muito acreditar num Deus. Seja ele qual for. No entanto, não consigo uma visão egocêntrica em que eu comando a minha vida e mais ninguém. Acho que todos nós temos um pouco dos Deuses dentro de nós. Somos verdadeiros Deuses nem que seja para o peixe dourado que temos lá em casa a quem todos os dias damos comer e mudamos a água.
Menos ainda acredito na Igreja. Acho-a cada vez mais conservadora, estranha e autocentrada. Não consigo encontrar grandes preocupações com os verdadeiros flagelos sociais e morais que assolam a Humanidade. E cada vez mais isto é visível, especialmente agora com o Papa Bento XVI. Que Deus me perdoe mas não consigo gostar dele. Um Papa tão conservador não poderá ajudar de maneira alguma a Igreja. Muito menos um Papa que calça e veste Prada.

No entanto, é bom saber que existem padres assim... Dá-me outro conforto e ajuda um pouco a mudar a minha visão.

Abraço