segunda-feira, 19 de março de 2007

olha para mim


A Ti, nunca te perdi. Não podemos perder algo que nunca tivemos...

Quero-te. Quero tocar-Te, beijar-Te amar-te por toda a eternidade, mas... mas.. sei que não Te vou ter jamais. Deixas-Te o bem claro das vezes em que de um modo ou de outro to perguntei.

Liguei para o R., precisava de falar com ele. Desabafar. Acabei por desligar porque ele tinha o Fácil de entender a tocar enquanto chamava - malditos WatingRings. não consegui não chorar ao pensar naquele "e se ao menos tudo fosse igual a TI"

Já leste a Visão?



É ridiculo não ter que dizer quando o coração tem tanto para gritar. Estas frases pequenas não fazem sentido quando vivemos coisas tão grandes. Quando o coração fala sem conseguir por pontos finais.

O que diz o meu coração? Em que penso neste momento?
Para além do desejo de um beijo Te e na constante vontade de Te ter sempre junto de mim?

Para além de tudo isto penso nas palavras do P.N. a 10/Junho e que sempre ficaram a ecoar no coração:

Eu aceito-te, claro... mas não me acomodo. (...) Parece que há por aí muita coisa confundida e perdida na história das relações da tua breve vida. Nós escolhemos Hugo, nós escolhemos a nossa pessoa e Deus coloca-nos a "alma gémea" assim à frente quando estivermos preparados.
(...) Aqui para tudo!




Acordei com esta música na RFM. Fiquem com ele. Não como eu fiquei... Fiquem com ela com um sorriso de quem tem um amor, não com uma lágrima de quem ama o impossível.

sei que sabes que sim
e que para mim
És o mundo lá fora
não há nada a fazer
nem nada a dizer
aqui e agora

deixa a volta ao mundo
vai ser erro que o tempo entendeu
nem Tu tens de dizê-lo
só tens de o sentir
se Sabes que Sim
e que para mim
És o mundo lá fora

olha para mim
se estiveres a fim
falamos depois
aqualquer hora

olha para mim
tudo tem um fim
vemo-nos depois

sei que és parte de mim
estarás sempre aqui
sei que não demora
não há nada a fazer
nem nada a dizer
aqui e agora

deixa a volta ao mundo
vai ser erro que o tempo entendeu
nem Tu tens de dizê-lo
só tens de o sentir
se Sabes que Sim
e que para mim
És o mundo lá fora

olha para mim
se estiveres a fim
falamos depois
aqualquer hora

olha para mim
tudo tem um fim
vemo-nos depois

olha para mim
se estiveres a fim
falamos depois
a qualquer hora

olha para mim
tudo tem um fim
vemo-nos depois
vemo-nos depois

(EZ special - Sei que sabes que sim)

5 comentários:

kapuxa disse...

Tens textos sempre tão profundos k uma pessoa ker comentar e fica sem sabar o que..

bem..é melhor calar-me e deixar apenas um beijinho. serve?

=D*

Anónimo disse...

tentar transmitir em palavras o k se sente é um tarefa bem complicada.. mas tu tentas msm sendo dificil.. usas as poucas palavras k sabemos e tentas juntalas o melhor k podes para percebemos o k sentes..
mas para mim basta olhar para os teus olhos e perceber tudo isso e mt mais.. =) és um gande amigo! bjo

tu sabes kem eu sou.. (eu sei k tu sabes k sim)!

xD

tz disse...

Tinha prometido comentar quando lesse algo que me apetecesse comentar. Não é o caso. Mas comento para que o Hugo saiba que estou com ele, assim como ele está comigo. Deixo apenas um pensamento: que direito tenho eu de impedir o outro de ser feliz só porque penso de maneira diferente? Nenhum! É isso que nos deve mover. Deviamos tentar todos procurar a felicidade, em vez de tentarmos moldar o mundo pelos nossos lindos olhos. E confesso que esse é um dos meus pecados maiores. A idade vai-nos tornando mais tolerantes. Ainda bem.

Mafalda disse...

Dizer aquilo que sentimos e que experienciamos nem sempre é fáciL! as palavras não chegam, os gestos tornam-se descordenados... a nossa expressão facial denuncia-nos, o nosso coração palpita com a emoção!
A música auxiliamo-nos grande parte das vezes, ouvimos o que um "poeta" escreve e fazemos das palavras dele o nosso lema.

Obrigado por partilhares cmg este teu cantinho repleto de imaginação e experiencias enriquecedoras.

* Beijocas Mafalda

sofia disse...

ola,desculpa a invasao.....quando se ama o impossivel ou o que nao tas ao nosso alcance o que fazer?