quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Em Lisboa... o que é então o Norte?



































- Norte?! O Norte começa em Gaia e acaba na Maia. Isto aqui, meu caro senhor, é Minho. Minho, percebeu? Minho.

Foi a resposta enfática do dono de um conhecido restaurante de Braga a um comentário meu que começara com as palavras “aqui no Norte…”.
Nunca mais voltei a cometer a mesma gaffe, mas estaria a mentir se declarasse aceitar o ridículo postulado minhoto de que o Minho (só para o demarcar do Porto!) não é Norte. Por outro lado, não há dúvida de que definir exactamente o que é o Norte, no contexto português, é tarefa profundamente avessa ao consenso.

Uma vez fui visitar o meu pai ao hospital e ele disse-me que, ali na enfermaria onde ele estava, todos os demais doentes eram do Norte.
- Como é que sabe?
- Pela pronúncia.

Desconfio sempre, à partida, de qualquer declaração do meu pai sobre temáticas portuguesas, portanto esperei para ouvir. Claro que as vozes a emanarem das outras camas nada tinham a ver, para mim, com “Norte”. Era pronúncia de Viseu.

- Viseu não é norte – expliquei ao meu pai.
- Não é Norte? Então é o quê?
- Viseu é… Viseu. Viseu tout court. Beira, quando muito.
- Então onde é que é o Norte?
- Do Douro para cima.
- Vila Nova de Gaia não é Norte?


Pois.

(por f.l. in v.n.e s.)

1 comentário:

pedropina disse...

diz lá ao teu pai que Bijeu é Beira, (onde está a porta da meu ultimo post) terra dos chouriços e presuntos onde a minha mae me faz um cozido à portuguesa maravilhoso e Porto é Norte terra das francesinhas....e ai que saudades dessa pronuncia do Norte...é o que dá já ter vivido em todo o lado e ter mudado 14 vezes de casa lol

hugs

pp