sábado, 22 de setembro de 2007

Sim, vai sem mim...

Era sexta-feira e para variar tínhamos o ensaio. Mas daquela vez seria diferente: eu estava chateado contigo e não ia ao ensaio, contigo. Só ainda não to tinha dito, dir-te-ia quando saísses do banho e te começasses a vestir.
Não foi preciso percebeste que assim seria por não ter a minha roupa pronta, em cima da cama, ao lado da tua, como habitualmente fazíamos – Tu despias-te, escolhias a tua roupa para essa noite, estendia-la em cima de cama, como se de um manequim se tratasse, e ias tomar banho. Eu pegava e repetia os teus passos, vezes e vezes sem conta, até ter decidido que roupa levar. Ia tomar banho, cruzando-me contigo no caminho, para mais um daqueles momentos eroticamente apaixonados quais preliminares.

Eu estava sentado na poltrona e tua chegaste à sala, puseste-te entre mim e o Dr. Chase (a ver House, invariavelmente) e disseste achar a minha atitude pueril, impensada e completamente descabida da realidade. “Estou lá por tua causa. Não vou sozinho. Não vou.”
Oh… como não reagi, limitando-me a semicerrar os olhos enquanto espingardavas os meus defeitos, resolveste ir até ao ensaio sem mim (com o meu carro?) e acabaste por te divertir à grande. E que o diga o cheiro a tabaco que emanavas essa noite. Seria normal se fumasses.







Chegaste a casa tardíssimo, aparentemente pouco preocupado comigo, a cheirar a fumo e a gordura de fritos de um qualquer restaurante barato da cidade. Divertiste-te, bebeste, jogaste bowling… Deitaste-te na cama e fizeste questão de não me tocares… não estavas de bem comigo mas… eu continuo na minha: Eu tenho razão para estar magoado contigo. Deixaste secar o arroz de marisco.

2 comentários:

O que te vai na alma!! disse...

????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

pra ser sincero... nao percebi cu!!

deixas-t secar o arroz de marisco???

Martinha disse...

Apesar de se ter chateado contigo... foi-se divertir. Espero é que possam resolver as coisas.
Beijinho *