quarta-feira, 30 de setembro de 2009

“Eleitores fantasma” podem ter tirado dois deputados ao Bloco




Segundo um estudo referido pela revista Visão de 24 de Setembro, existem quase um milhão de "eleitores fantasma". Esse elevado número de inscritos inexistentes leva a que a abstenção seja inferior à divulgada, mas pode também alterar a composição do parlamento. De acordo com aquele estudo, os círculos do Porto e de Setúbal deveriam ter mais um deputado cada. No caso das eleições legislativas do passado Domingo seriam ambos do Bloco de Esquerda.

A revista Visão publicou a 24 de Setembro um artigo, que refere que um estudo dos politólogos José Bourdain e Luís Humberto Teixeira, do Instituto de Ciências Sociais e Políticas de Lisboa, apontam para a existência de cerca de 930.000 eleitores fantasmas. Trata-se de pessoas que já faleceram, mas de que não foi dada baixa nos cadernos eleitorais, de recenseamentos duplicados ou de outras irregularidades.

Se o recenseamento estivesse correctamente actualizado, a abstenção teria sido significativamente inferior à oficialmente calculada.

Mas mais grave, segundo o referido estudo, é que o número de deputados a eleger em cada círculo sofreria correcções em quatro casos:

Os círculos eleitorais da Madeira e de Viana do Castelo perderiam um deputado e os do Porto e de Setúbal ganhariam um. Se estes dados estiverem correctos o PS elegeu um deputado a mais, por Viana do Castelo, tal como o CDS, pela Madeira. Os dois deputados, que não foram eleitos, seriam ambos do Bloco de Esquerda: Bruno Maia (Porto) e Jorge Costa (Setúbal).

(Fonte www.esquerda.net)

3 comentários:

Filipe M. disse...

Interessante!

O meu blogue está a aprender com o teu disse...

Sinceramente, não consigo perceber como se parte tranquilamente para um acto eleitoral,sabendo que as bases - leia-se cadernos eleitorais - não estão correctos...

Qualquer semelhança com a América Latina...

Abraço.

Ruy A... disse...

OMG
Não fazia ideia isso, mas realmente é de amadorismo enorme...
:O
Enfim ainda por cima do BE...