sexta-feira, 26 de junho de 2009

porque dão seda os casulos...

Podia vir falar-vos de linguagens de programação centradas em objectos, podia vir falar-vos em redes e sistemas de computação. Podia vir falar de amores, podia vir falar de desamores...


Podia ainda contar-vos a mania da minha avó... Ora.. Cheguei a casa ontem e a minha avó estava a queixar-se que tinha estado a tarde toda a limpar o pó e que não limpou o meu quarto porque já não teve tempo. Ora, eu f*dido da vida (desculpem-me os palavrões) fui espreitar quando vinha a empregada.. a empregada vinha hoje.. pasmei.. a empregada vem ai amanhã e esta senhora queixa-se qual Gata Borralheira, que esteve a tarde toda em limpezas... mais estava para vir.. ACORDOU-ME ÀS OITO DA MANHÃ (tinha eu chegado à cama às 4h30!) porque tinha que arrumar o quarto para que quando a empregada chegasse só tivesse que limpar o pó (coisa que segundo a minha avó devia ser eu a fazer) aspirar e passar a pano. Respirei fundo e tentei convencer-me que não sou a Escrava Isaura e a outra senhora é que é a empregada...


Vamos ao que interessa e perdoem-me que fale agora só a pessoa em questão. Encontrámo-nos no Café de Ceuta, fomos à Cordoaria, vimos a festinha de São João ali mesmo ao lado, conversamos, desabafaste, (uma das coisas que adorei em ti) tiveste a coragem de assumir que choraste ao telefone com a tua mãe nesse mesmo dia, rimos, vimos fotografias, apanhamos ar fresco, fizemos... fizemos.. porra, fizemos amor... e depois o silêncio, a noite, fizemos amor, de novo o silêncio, a noite, o acordar, a luz do dia, a separação, o silêncio...

e "ainda é muito cedo" para sabermos o que queremos disto tudo...



"
Eu queria ter amarra nesse cais
para quando o mar ameaça a minha proa
E queria vencer todos os vendavais
que se erguem quando o diabo se assoa

Tu querias perceber os pássaros
Voar como o Jardel sobre os centrais
Saber por que dão seda os casulos
Mas isso já eram sonhos a mais

Conta-me os teus truques e fintas
Será que os Nikes fazem voar
Diz-me o que sabes e não me mintas
ao menos em ti posso confiar

"













.

6 comentários:

s ara. disse...

Bem, aqui está uma questão com a qual também ainda não sei lidar muito bem. Mãe, se a senhora das limpezas vem limpar o quarto, e essa é a função dela, porque tenho eu de arrumar antes dela chegar, para ela pensar que sou uma boa menina? E mesmo assim, arrumando eu, depois ela vem fazer o quê? Servir de juri à limpeza do meu quarto? Nunca vou entender...
Depois deste pequeno desabafo, digo ainda que achei giro como é que de um assunto tão superfulo como limpezas, passaste para algo tão diferente. Porque não há lógica entre as duas coisas, nem tem de haver sequer!, também os dias são assim - uma tremenda mistura entre arrumações, desarrumações (tantas!), amores, conversas cruzadas, silêncio que corta, quando uma palavra talvez mudasse a nossa vida para sempre e nos proibisse de apanhar outro comboio.
Para acabar, essa é a música da minha infância. Continuo e continuarei a culpar a minha mãe que me levou a ver o Jaime ao cinema com oito anos. Culpo-a pelos medos que tenho, e pela melhor pessoa que me sinto. E no fundo, culpo-a pelo bom que foi ter esse Rui Veloso a cantar numa das mais bonitas fases de um ser humano. Quando ainda sonhamos, quando achamos que podemos mudar tudo, criar um mundo perfeito para as pessoas que gostamos, e viver com elas nele também. Realmente, nesse tempo, até a mim 'os Nikes' me faziam voar, e chegar a lugares fora de mim.

Beijinho, Hugo *
, e boa viagem !

Sara do VC disse...

Não sou muito boa a redigir testamentos... Mas gostei daquilo que escreveste. Realmente, a empregada da limpeza faz a sua tarefa e nós que lhes pagamos para fazerem o seu serviço (e às vezes não é pouco!!!), não temos de fazer "boas figuras" a ninguém! Está desarrumado? Entao elas que arrumem porque é essa a profissão delas.
Oh hugo! Sei que tens mais uns anitos de experiência de vida do que eu, mas digo-te que a vida é mesmo assim: cheia de voltas e revoltas, amores e desamores, bons e e menos bons momentos.... Mas sabes uma coisa, se não fossem esses momentos menos bons, a vida não tinha "sabor" nenhum. Percebes? Neste tempo, que não sabes bem por onde ires, espera, pensa, reflete, e vais ver que quando menos esperares tudo se arranjará!
A vida é como uma carruagem do comboio: saem e entram pessoas, e só algumas ficam connosco até à ultima paragem. Não podes fazer muito para impedires as pessoas de sairem, e aquelas que ficam são as que valem mesmo a pena... Espero que tenhas encontrado uma que vá contigo até ao fim da linha.

Estou aqui para o que precisares amigalhaço!

Uma beijoka da sara do VC.

Martinha disse...

«e "ainda é muito cedo" para sabermos o que queremos disto tudo...»

O certo é que tudo o que tiver que acontecer... acontecerá. Basta talvez dar tempo ao tempo.

Beijinho *

Isabel disse...

Ora bem, de escrava Isaura até que não deves ficar mal!!! Roupinha à mordomo e tal!
Quanto ao 'fazer amor', acho que fizeram 'fazer gostar muito de ti', porque ainda é cedo... Ora lá está. Os casulos n dão seda, mas sim as larvas que depois se tornam borboletas. A questão é: Por que algo tão pequenino e feio pode dar lugar a algo tão belo e magnífico? Contudo, não devemos descurar um assunto importante: tudo o que é belo dura só o tempo necessário para se tornar inesquecível. É, por isso, que a borboleta tem pouco tempo de vida. É, por isso, que muitas coisas que parecem perdidas, não estão, duraram só o tempo necessário para se tornarem inesquecíveis.

Com carinho,
Isabel

N-GIN disse...

estudos só teoricos mesmo! LOOOL

Fazer amor é ima expressão tão bonita! :P

Sandra Daniela disse...

Ora bem... rtesolvi dar aqui o " ar da minha (des)graça!
Quanto ao arrumares o quarto meu amigo... repara bem, na minha função ... Se todos pensarem que as as empregadas estão lá e é para linpar, ok... bagh... Estou mesmo a ver uma escola cheia de lixo no chão, nas salas de aula... e isto porque a empregada está lá para limpar... ( prontos... também aproveitei para desabafar!)

Quanto ao resto... olha... Aproveita a vida! E sabrs que mais? Deixa -te levar pelo coração!

beijocas!!!